Domingo, 26 de Junho de 2022
19°

Alguma nebulosidade

Maringá - PR

Senado Federal Senado Federal

Para Izalci, representação no STF é uma retaliação ao seu trabalho na CPI da Pandemia

Em resposta à notícia-crime protocolada no Supremo Tribunal Federal (STF) pelo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, contra ele, o senador Izalci ...

26/05/2022 às 17h45
Por: Redação Fonte: Agência Senado
Compartilhe:
Izalci disse que a representação tem o objetivo de negar os fatos por ele apresentados na CPI da Pandemia - Geraldo Magela/Agência Senado
Izalci disse que a representação tem o objetivo de negar os fatos por ele apresentados na CPI da Pandemia - Geraldo Magela/Agência Senado

Em resposta à notícia-crime protocolada no Supremo Tribunal Federal (STF) pelo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, contra ele, o senador Izalci Lucas (PSDB-DF) afirmou, em pronunciamento nesta quinta-feira (26), que a representação é contra o seu trabalho na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigou a atuação do governo federal na gestão da crise da pandemia da covid-19.

— É uma retaliação política ao trabalho de fiscalização da aplicação do dinheiro público na pandemia, além de uma tentativa de desestabilizar a minha candidatura ao governo do Distrito Federal. É também um sinal de que as investigações precisam ser aprofundadas, conforme sugeri no relatório da CPI — afirmou.

De acordo com o senador, a representação tem o objetivo de negar os fatos por ele apresentados na CPI, que revelaram o envolvimento de algumas lideranças políticas locais que, na gestão da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, teriam desviado recursos públicos durante a pandemia.

— As investigações conduzidas pela Polícia Federal, pela Polícia Civil do Distrito Federal e pelo Ministério Público Federal (MPF) levaram à prisão do secretário de Saúde e de outros agentes públicos locais e reafirmam a gravidade dos fatos relatados no voto apresentado nessa CPI — declarou o senador.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários