Sábado, 04 de Dezembro de 2021
31°

Poucas nuvens

Maringá - PR

Geral Paraná

Universidade estaduais do Paraná ganham destaque no Guia da Faculdade 2021

O Guia da Faculdade 2021 é um ranking criado em parceria entre o jornal O Estado de São Paulo (Estadão) e a Quero Educação, uma das principais star...

26/10/2021 às 22h20
Por: Redação Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
© SETI
© SETI

As universidades estaduais do Paraná receberam destaque na avaliação do Guia da Faculdade 2021, ranking criado em parceria entre o jornal O Estado de São Paulo (Estadão) e a Quero Educação, uma das principais startups da área educacional do Brasil. As instituições tiveram 216 cursos de graduação avaliados como excelente (5 estrelas) ou muito bom (4 estrelas).

Em 2021, o Guia contou com mais de 9,5 mil coordenadores e professores do ensino superior, cadastrados voluntariamente para avaliar 16 mil cursos de graduação presenciais e a distância de instituições públicas e privadas brasileiras. Eles atribuíram notas de 1 a 5 para cada curso, com base nos aspectos da qualidade do corpo docente, do projeto pedagógico e da infraestrutura.

“Assim como aconteceu em diferentes rankings ao longo do ano, as nossas universidades estaduais se destacaram pela qualidade dos cursos de graduação ofertados e de toda a estrutura dedicada às atividades de ensino, pesquisa e extensão”, disse o superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona.

As instituições públicas concentram a maior parte dos cursos 5 estrelas do País. Na avaliação deste ano do Guia da Faculdade, quase 88% das graduações que chegaram ao conceito máximo estão na rede pública.

UEL- Na Universidade Estadual de Londrina (UEL) os cursos de Serviço Social, Geografia, Medicina Veterinária, Educação Física, Zootecnia, Enfermagem e Pedagogia atingiram nota máxima na avaliação. A UEL também teve outros 34 cursos que alcançaram 4 estrelas.

“Foi gratificante receber a notícia desse ranking. Nossos cursos foram muito bem avaliados e isso demonstra o compromisso e a responsabilidade dos professores e alunos. Reforçamos a importância desse trabalho em período tão difícil que ainda vivemos. A UEL se manteve firme e ativa e o reconhecimento vem com esse ranking”, destaca a pró-reitora de Graduação, Marta Favaro.

UEM- A Universidade Estadual de Maringá (UEM) teve a graduação em Farmácia, Matemática, Pedagogia e Química avaliada com nota máxima e outros 46 cursos com 4 estrelas. A pró-reitora de Ensino da UEM, Alexandra Cousin, afirma que os resultados dos cursos de graduação no Guia da Faculdade confirmam a formação de qualidade oferecida pela universidade.

“Esse ano tivemos mais destaques, o que muito nos orgulha e confirma nosso compromisso com a qualidade de ensino e das atividades de pesquisa e extensão oferecidas aos nossos alunos”, disse.

UEPG- Na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) os destaques foram os cursos de Química Tecnológica, Geografia (Bacharelado e Licenciatura) e Letras Português/Inglês todos com nota máxima na avaliação. Outros 34 cursos da conquistaram 4 estrelas.

O coordenador do curso de Bacharelado em Geografia da instituição, Márcio Ornat, comemora o reconhecimento da excelência do curso, que figura, junto à Licenciatura em Geografia, entre os melhores da área. “O resultado desta avaliação é o reconhecimento de todos os esforços dos docentes, na construção de um curso que atenda às demandas sociais, através do fortalecimento da universidade pública, gratuita, socialmente referenciada, democrática e de qualidade”, destaca.

OUTRAS- A Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) teve 42 cursos com 4 estrelas, seguida pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) com 29, Universidade Estadual da Paraná (Unespar) com 11; e a Universidade Estadual do Norte do Paraná, com 4.

INTERNACIONAL– As Universidades Estaduais também se destacaram no Times Higher Education – Emerging Economies 2021, divulgado na última semana. A classificação é uma das mais relevantes para avaliar cinco áreas: ensino, pesquisa, citações, perspectivas internacionais e renda da indústria, referente à relação com empregadores e oportunidades de estágios).

A UEL aparece na faixa 400/500 melhores universidades de todo o mundo, seguida pela UEM, Unioeste e UEPG, que ocupam a faixa entre as 500 mais bem colocadas. No ranking global da THE, figuram, no topo, cinco universidades chinesas, precedidas de universidades da Rússia, África do Sul e Taiwan, entre outras. A Universidade de São Paulo (USP) é a instituição brasileira mais bem posicionada no ranking geral, em 19º lugar no índice geral.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários